SINOPSE

Sinopses anteriores:

21 de novembro de 2018

O Globo


Manchete : Futuro ministro diz que Mais Médicos é ‘convênio Cuba-PT’

Confirmado na Saúde, Mandetta quer mudanças no programa

O deputado Luiz Henrique Mandetta foi confirmado pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, como ministro da Saúde. Mandetta afirmou que a atual crise no Mais Médicos era um risco iminente porque o programa significou a terceirização de mão de obra essencial dentro de um “convênio entre Cuba e o PT, e não entre Cuba e o Brasil”,abrindo espaço a decisões unilaterais. Ele defendeu mudanças no programa, como avaliação periódica dos profissionais. Mandetta é o terceiro nome do DEM no primeiro escalão do novo governo.
(PÁGINA 4)

Visita sem ‘sim’ à lista

O presidente eleito,Jair Bolsonaro, visitou ontem a procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Ele não se comprometeu a respeitar a lista tríplice elaborada pelo MPF,uma tradição da Presidência, para escolher o sucessor de Dodge,que sai em setembro.
(Pág. 6)

‘Está na hora de rever o Mercosul’, diz Tereza Cristina

Em entrevista ao GLOBO, Tereza Cristina, futura ministra da Agricultura, disse que, se o Brasil não conseguir fazer com que o Mercosul volte a ser vantajoso, pode ser o caso de deixar o bloco. Ela defende que morador do campo deve ter arma para se defender e afirma que ainda há áreas que podem ser desmatadas.
(PÁGINA 8)

Moro escolhe antigo parceiro para dirigir a PF

O atual superintendente da Polícia Federal no Paraná, Maurício Valeixo, foi indicado pelo futuro ministro da Justiça, Sergio Moro,para comandar a corporação. A nova gestão terá como foco o combate à corrupção e ao crime organizado. Valeixo atuou no caso Banestado e na Lava-Jato ao lado de Moro.
(PÁGINA 6)

Rio dá R$ 128 bi dos royalties para aposentadorias

O Rio é o único estado a ceder toda a receita com royalties do petróleo para o patrimônio do fundo de previdência de seus servidores, o que já o levou a comprometer R$ 128,5 bilhões da arrecadação futura com o pagamento de aposentadorias. O valor equivale a 13 vezes a receita deste ano.
(PÁGINA 17)

Atual ministro da CGU será mantido no cargo (Página 6)


Guedes terá secretaria de privatizações (Página 8)


Enem terá prova de conteúdo específico (Página 22)


Merval Pereira

Economistas fazem propostas a Bolsonaro
(PÁGINA 2)

Elio Gaspari

Se o torturador é aplaudido, a tortura se espalha
(PÁGINA 3)

------------------------------------------------------------------------------------