SINOPSES - RESUMO DOS JORNAIS

Sinopses anteriores:

17 de setembro de 2014

O Globo


Manchete : Ibope: Dilma perde pontos nos dois turnos da eleição

Vantagem da petista para Marina Silva diminui; Aécio sobe quatro

Ex-senadora oscilou negativamente dentro da margem de erro; pela pesquisa, presidente tem hoje 36% das intenções de voto contra 30% da adversária do PSB e 19% do tucano

Nova pesquisa Ibope divulgada ontem mostra que a presidente Dilma Rousseff (PT) manteve a liderança na disputa pelo Planalto, mas sua vantagem sobre a adversária do PSB, Marina Silva, foi reduzida em dois pontos. Dilma caiu de 39% para 36% das intenções de voto no primeiro turno. Marina perdeu dentro da margem de erro, indo de 31% para 30%, e Aécio Neves (PSDB) cresceu quatro pontos, chegando a 19%. Na simulação de segundo turno entre as duas candidatas mais bem colocadas, Dilma também registrou perda, estando agora com 40% das intenções de voto. Marina manteve 43%. Como a margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos, as duas permanecem em empate técnico no segundo turno, com vantagem numérica para Marina. Na simulação entre Dilma e Aécio, a diferença em favor da petista, que era de 15 pontos, caiu para sete. (Pág. 3)

Lindbergh Farias critica alianças feitas por petista

Ao participar da série de sabatinas do GLOBO com candidatos ao governo do Rio, Lindbergh Farias (PT) afirmou que a presidente Dilma, caso seja reeleita, “não poderá repetir as alianças que foram feitas ” e terá de mudar a relação com o Congresso . Em discurso mais próximo ao de Marina Silva (PSB) do que ao da candidata de seu partido, afirmou que, se eleito , mudará a forma de fazer política e governará “com os melhores nomes da sociedade”, independentemente do partido ao qual sejam filiados. (Págs. 10 a 12)

Empreiteiras tinham contratos com doleiro

Grandes empreiteiras contrataram empresa de fachada do doleiro Youssef que não tinha funcionários. Hoje o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa depõe na CPI. (Pág. 8)

‘Sei o que é passar fome’, diz Marina

Em resposta aos ataques do PT, a candidata Marina Silva apareceu em propaganda na TV dizendo que já passou fome e que não acabaria com o Bolsa Família. (Pág. 6)

Pedida suspensão de propaganda do PT

A Procuradoria Geral Eleitoral recomendou ao TSE a suspensão de propaganda do PT que ataca Marina. E a Justiça mandou tirar do ar o site Muda Mais. (Pág. 5)

Eike tem R$ 1,5 bi bloqueado

A Justiça Federal determinou o bloqueio de R$ 1,5 bilhão em contas bancárias de Eike Batista. Ele agora é réu em ação penal por crimes financeiros. Se nas contas bancárias houver menos que R$ 1,5 bilhão, poderão ser bloqueados imóveis do empresário e de parentes. (Pág. 27)

Governo adia leilão de Tapajós

O governo desistiu de leiloar a hidrelétrica de Tapajós em 15 de dezembro. O leilão havia sido marcado sem que a Funai fosse consultada sobre o impacto do projeto. Nova data só deverá ser agendada para 2015. (Pág. 28)

Conta de Bethlem pode ser retida

O TJ determinou que o Ministério da Justiça peça ajuda ao país europeu para fazer o bloqueio. O deputado federal Rodrigo Bethlem é acusado de ter recebido propina quando era secretário no Rio. (Pág. 24)

Desocupação acaba em confronto

A reintegração de posse de um prédio ocupado por 200 famílias acabou em confronto no Centro de SP. PMs usaram gás e balas de borracha. Houve saques e um ônibus foi queimado. (Pág. 14)

Ilimar Franco

Ofensiva final contra Marina

Na reta final, Aécio Neves deve se concentrar nas regiões Sul e Sudeste. Ele vai tentar retomar o espaço perdido para Marina Silva. Nessas regiões, os tucanos esperavam ser fortes contra a presidente Dilma. Mas foram desbancados. O embate pode ser duro, pois há tucanos que creem na virada. A linha de ataque, conforme pesquisa, deve ser explorar o despreparo de Marina para a gestão. (Pág. 4)

Merval Pereira

Nova pesquisa Ibope foi ruim para Dilma. (Pág. 4)

Míriam Leitão

Freio no PIB do Brasil é mais forte. (Pág. 26)

------------------------------------------------------------------------------------

Zero Hora


Manchete : Terça de fúria em São Paulo

Desocupação, ônibus queimado, barricadas, presos e feridos após dia de confronto entre sem-teto e policiais no centro da capital paulista. (Notícias | 26 e 27)

Candidatos à reeleição têm as campanhas mais caras

Dos 60 concorrentes a deputado estadual e federal que mais gastaram até agora, 43 tentam continuar com o mandato. (Notícias | 6 e 7)

Sartori quer evitar despesas inúteis

Na segunda entrevista da série, candidato do PMDB fala sobre contas do Estado. (Notícias | 16 e 17)

------------------------------------------------------------------------------------

Brasil Econômico


Manchete : EUA ameaçam mercado nacional de combustíveis

Com déficit na produção de derivados de petróleo e projetos de refinarias caros, o Brasil ficará cada vez mais vulnerável às exportações de combustíveis dos Estados Unidos. A avaliação é do consultor Svein Harald Oygard, da McKinsey and Company. Ele prevê que os norte-americanos tendem a invadir o mercado da Bacia do Atlântico. (Págs. 12 e 13)

TIM pode comprar ou se fundir à Oi

Notícias da imprensa internacional, que afirmam que a italiana estaria preparando uma proposta para fusão ou aquisição da brasileira, geram efeitos opostos nos papéis das duas teles, de alta e de baixa. As empresas não confirmam. (Pág. 15)

Bolsa sobe 2% de olho nas pesquisas

O Ibovespa voltou a subir forte ontem, com investidores apostando no crescimento dos candidatos da oposição nas intenções de voto. O índice subiu 2,01%, a 59.114 pontos. (Pág. 24)

Equações na floresta

O Instituto de Matemática Pura e Aplicada, no Horto, no Rio, ganhou notoriedade mundial depois que o pesquisador Artur Ávila conquistou a medalha Fields. Agora, o diretor do Impa, Cesar Camacho (foto), prepara um fundo para receber doações de ex-alunos. (Págs. 6 e 7)

Foto-legenda : Dia de fúria

A reintegração de posse de um prédio ocupado pela Frente de Luta por Moradia na Av. São João, no Centro de São Paulo, transformou a região em praça de guerra.

Em SP, polarização PT-PSDB se acirra na disputa ao Senado

A menos de 20 dias da eleição, José Serra e Eduardo Suplicy se encontram tecnicamente empatados. Petista começou campanha com dez pontos de diferença atrás de tucano, mas vem reduzindo gradualmente a diferença. (Pág. 3)

Mosaico Político

Gilberto Nascimento

ATÉ PADILHA ATRAPALHA AÉCIO

O mau desempenho do ex-ministro Alexandre Padilha (PT) nas eleições para o governo de São Paulo não está criando problemas apenas para o seu partido e a reeleição da presidenta Dilma Rousseff (PT). O presidenciável tucano Aécio Neves e a campanha do seu partido em Minas também sofrem com um impacto incidental. (Pág. 2)

O mercado como ele é...

Luiz Sérgio Guimarães

À ESPERA DE UM FED "DOVISH"

O dólar interrompeu ontem a escalada iniciada no dia 8, durante a qual acumulou valorização de 4,66%, e caiu 0,65%, cotado a R$ 2,3286. Na mínima do dia, a moeda foi vendida por R$ 2,3185, com tombo de 1,08%. (Pág. 23)

Ponto Final

Octávio Costa

MARINA RESISTE. ATÉ QUANDO?

Não está fácil a vida de Marina Silva. Alvo de fogo cerrado do PT e do PSDB, a candidata do PSB faz tudo que pode para se manter competitiva na corrida sucessória. Sempre que é atacada, responde à altura. (Pág. 32)

------------------------------------------------------------------------------------

Folha de S. Paulo


Manchete : Despejo de sem-teto em SP termina em confrontos e saques

Conflito entre policiais e invasores levou ao fechamento de lojas e bloqueios de vias; PM vê ação de ‘black blocs’

A reintegração de posse de edifício invadido por sem teto na av. São João teve confrontos com policiais, disseminando tensão e paralisando a região central da cidade de São Paulo. Na confusão, duas lojas foram saqueadas e houve barricadas e um ônibus queimado. O comércio fechou. A polícia usou bala de borracha e bomba de gás. O prédio estava ocupado havia seis meses por 315 famílias da Frente de Luta por Moradia, entidade ligada ao PT. Um ex-coordenador é assessor da presidência da Cohab. O grupo, porém, nega conotação política no ato. (Cotidiano C1)

Dilma e Marina oscilam, diz Ibope ; Aécio vai de 15 % a 19%

A mais recente pesquisa Ibope mostrou oscilações negativas de Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB) e positiva de Aécio Neves (PSDB) na disputa pela Presidência. Dilma foi de 39% para 36%, enquanto Marina, de 31% para 30%. Aécio passou de 15% para 19%. Com margem de erro de dois pontos, o levantamento mostra um empate técnico entre Dilma e Marina no segundo turno: 43% para a ex-senadora ante 40% para a petista. Contra Aécio, Dilma vence por 44% a 37%. O tucano perde de Marina: 48% a 30%. (Eleições 2014 A5)

Justiça Eleitoral manda retirar do ar site que criticava Marina

A mais recente pesquisa Ibope mostrou oscilações negativas de Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB) e positiva de Aécio Neves (PSDB) na disputa pela Presidência. Dilma foi de 39% para 36%, enquanto Marina, de 31% para 30%. Aécio passou de 15% para 19%. Com margem de erro de dois pontos, o levantamento mostra um empate técnico entre Dilma e Marina no segundo turno: 43% para a ex-senadora ante 40% para a petista. Contra Aécio, Dilma vence por 44% a 37%. O tucano perde de Marina: 48% a 30%. (Eleições 2014 A5)

Nem que a coligação queira a gente vai perder a eleição, disse Michel Temer (PMDB), vice da petista. (A6)

Ex-ministra rebate PT ao lembrar que passou fome

Marina Silva, candidata do PSB à Presidência, lembrou, em discurso emotivo, o dia em que seus pais não tinham comida para toda a família. Passou recado à presidente Dilma, rival na eleição: manterá o Bolsa Família. O PSB exibiu a cena no programa eleitoral, em resposta a acusações do PT de que, se eleita, encerraria o programa. (Eleições 2014 A4)

Minha Casa pode ganhar 350 mil novas unidades

A menos de três semanas das eleições, o ministro Guido Mantega (Fazenda), em iniciativa para melhorar a relação com o setor privado, se reunirá com representantes da construção civil. Pode ser anunciado aumento da meta de habitações do Minha Casa, Minha Vida, de 2, 75 milhões para 3,1 milhões de unidades. (Mercado B1)

Emergências têm de atender paciente em até duas horas

O Conselho Federal de Medicina definiu que pacientes em serviços de emergência e urgência públicos e privados devem ser atendidos em até duas horas. Se faltarem vagas, responsáveis pela unidade terão de oferecer solução, sob risco de sanções. Omissões devem ser reportadas ao Ministério Público. (Cotidiano C5)

Justiça manda bloquear contas de Eike Batista em até R$ 1,5 bi (Mercado B3)


Alexandre Schwartsman

Só falta dizer que BC autônomo será o ‘homem do saco’

A atitude da propaganda eleitoral situacionista tem sido de infantilidade atroz. Só f alta afirmar que a autonomia do Banco Central implicará a legalização do “homem do saco”: o BC mesmo raptaria crianças para servi-las a banqueiros em banquetes macabros. (Mercado B8)

Editoriais

Leia “Silêncio conveniente”, a respeito de depoimento na CPI da Petrobras, e “Segurança de cinema”, sobre a propaganda eleitoral de Alckmin. (Opinião A2)

------------------------------------------------------------------------------------