SINOPSE

Sinopses anteriores:

17 de julho de 2018

O Globo


Manchete: Cármen Lúcia suspende regras fixadas pela ANS

Coparticipação de usuário de até 40% é questionada

Em decisão liminar, ministra acolheu pedido da OAB. Tema será debatido pelo Supremo depois do recesso

A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, suspendeu resolução da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) que definia parâmetros para cobrança de franquia e fixava a coparticipação do cliente de plano de saúde em até 40% do valor de procedimentos médicos. A decisão, em caráter liminar, atendeu a pedido do Conselho Federal da OAB. Antes de editar a medida, que entraria em vigor no fim de dezembro, a ANS apenas advertia que percentuais acima de 30% dificultavam o uso do plano. A ministra citou o “quadro de insegurança jurídica” e destacou que regras para o setor teriam que ser debatidas no Congresso. O assunto voltará à pauta do Supremo após o recesso. (PÁGINA 15)

EDITORIAL

‘Judiciário não equacionará questão dos planos de saúde’ (PÁGINA 12)

Justiça aceita denúncia do MP contra Crivella

Prefeito é alvo de outra ação, em Brasília

O juiz da 7ª Vara de Fazenda Pública da Capital aceitou a denúncia do MP estadual contra o prefeito Marcelo Crivella pelo uso da máquina pública para interesses religiosos. Se descumprir alguma das 12 exigências listadas pelo magistrado, o prefeito pode ser afastado do cargo. Em Brasília, a Justiça determinou o bloqueio de contas bancárias de Crivella, por suposta irregularidade quando foi ministro da Pesca. (PÁGINA 7)

Foto-legenda: 'CSI' no Ministério

Policial registra digital encontrada em janela do Ministério do Trabalho, que teve duas salas invadidas. A pasta é alvo de operação da PF por fraude em registros sindicais. (PÁGINA 6)

BC: greve fez economia cair 3,34% em maio

Com a maior queda desde que o BC começou a calcular o índice que mede a atividade econômica, há 15 anos, o IBC-Br mostra que a economia encolheu 3,34% em maio, mês da greve dos caminhoneiros. (PÁGINA 17)

Bernardo Mello Franco

PARTIDO EM LEILÃO

É perda de tempo buscar motivos ideológicos para a indecisão do PR, que negocia com Lula e Bolsonaro. (PÁGINA 2)

------------------------------------------------------------------------------------

O Estado de S. Paulo


Manchete: Dólar sobe 18% no ano e pressiona indústria

Consumo em baixa faz com que fabricantes repassem apenas parte dos custos extras aos consumidores

A alta de 18% do dólar no primeiro semestre fez subir os custos das matérias- primas e dos investimentos, principalmente na indústria. Entre os setores mais afetados estão eletroeletrônicos, automóveis, alimentos e produtos químicos. Como as empresas já vivem aperto financeiro, o quadro pode levar ao adiamento de investimentos e contratações. Em condições normais, as empresas reajustariam preços, mas com as famílias consumindo menos, as altas de custo no atacado não têm chegado ao varejo. Levantamento do Bradesco mostra que as empresas já estão absorvendo essas altas desde o início do ano passado. Na conta dos economistas do banco, se o padrão histórico dos repasses fosse mantido, a inflação de manufaturados ao consumidor deveria estar em 3,5% no acumulado em 12 meses até junho, quase o dobro do efetivamente registrado (1,9%). (ECONOMIA / PÁG. B1)

Investimento chinês

Nos últimos 15 anos, a China investiu US$ 54 bilhões no Brasil, mas só 11% do total em projetos novos. (PÁG. B7)

China vai à OMC contra EUA, que retaliam UE e vários países

A China fez reclamação contra os EUA na Organização Mundial do Comércio por causa da decisão americana de impor tarifas sobre US$ 200 bilhões de exportações chinesas. Mais tarde, os EUA entraram com queixas contra China, União Europeia, Canadá, México e Turquia. (ECONOMIA / PÁG. B5)

Partidos vão às convenções sem definição

Numa situação atípica, presidenciáveis ainda negociam alianças e nenhum dos principais candidatos definiu candidato a vice. PSDB, Rede, MDB e Podemos marcaram convenção para 4 de agosto. O PSB fará no dia 5, a data-limite. (POLÍTICA / PÁG. A4)

STF suspende cobrança de até 40% por exame

A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, suspendeu resolução que permitia que planos de saúde cobrassem dos clientes até 40% do valor dos procedimentos. As regras valiam para duas modalidades: coparticipação e franquia. (METRÓPOLE / PÁG. A13)

Casa de Dirceu em SP é vendida em leilão

Uma casa na zona sul de São Paulo foi o único imóvel arrematado em leilão dos três pertencentes ao ex-ministro José Dirceu postos à venda. Os bens estão sendo negociados para restituir prejuízos com desvios na Petrobrás. (POLÍTICA / PÁG. A8)

Ana Carla Abrão

Ao proteger os recursos de alguns, nossos congressistas estão colaborando para que faltem recursos para todos. (ECONOMIA / PÁG. B4)

Notas & Informações

Desrespeito contumaz

Todo abuso no exercício do poder público é grave. Mas se o abuso provém de quem tem a função de guardar a Constituição, como o STF, ganha proporções singulares. (PÁG. A3)

O tropeção, segundo o BC

IBC-Br mostra extensão do tombo provocado, principalmente, pela paralisação do transporte rodoviário. (PÁG. A3)

------------------------------------------------------------------------------------

Folha de S. Paulo


Manchete: Trump contesta investigação e nega interferência russa

Em encontro com Putin, americano adota tom amigável e não questiona negativa sobre ação nas eleições dos EUA

Após trocarem provocações, os presidentes dos EUA, Donald Trump, e da Rússia, Vladimir Putin, se encontraram ontem na Finlândia. Na cúpula, classificada por eles como importante passo para melhorar a relação, a dupla aproveitou para negar interferência russa nas eleições americanas de 2016, vencidas pelo republicano. “Devemos nos guiar por fatos, não rumores”, disse Putin. Segundo Trump, o presidente russo deu “poderosa negativa” à acusação e não havia motivos para duvidar dele. Poucos dias antes, o Departamento de Justiça havia denunciado agentes de inteligência da Rússia no caso. O tom amigável repercutiu mal nos Estados Unidos. “Essa foi uma das performances mais vergonhosas de um presidente americano na história”, declarou o senador John McCain, decano do Partido Republicano. Em uma rara nota, o chefe da inteligência nacional dos EUA, Dan Coats, reafirmou as conclusões sobre a interferência do Kremlin na disputa de 2016. (Mundo A9)

EUA e China vão à OMC contra tarifas

Os EUA ingressaram com uma reclamação contra China, União Europeia, Canadá, México e Turquia na Organização Mundial do Comércio. Após taxarem US$ 100 bilhões em importações, os americanos protestam contra sobretaxas retaliatórias aplicadas a seus produtos. Também ontem a China acionou a OMC, contra a ameaça de novos US$ 200 bilhões em tarifas impostas pelos EUA. (Mercado A15)

PCC conduziu ações em presídios com bloqueador

Chefes da facção fizeram ligações de prisões que têm bloqueador de celular, em SP e MS. O governo paulista diz investigar o caso. O de MS, ter intensificado a vistoria nas celas. (cotidiano B1)

Geração de empregos deve atingir só 20% do previsto

Após a desaceleração da criação de empregos, iniciada em março, o país pode terminar o ano com um saldo líquido de 220 mil vagas com carteira assinada. Esse número é cerca de 20% do previsto no começo do ano de 2018. Como foram perdidos 3 milhões de postos formais durante a crise, no ritmo atual, o mercado de trabalho levaria dez anos para Se recompor. (Mercado A12)

Cármen suspende cobrança por plano de 40% da consulta

A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, suspendeu liminarmente resolução da Agência Nacional de Saúde Suplementar. A norma permitia que operadoras de planos de saúde cobrassem de usuários até 40% do valor dos atendimentos. (Cotidiano B3)

Editoriais

Sinecura patronal

Sobre distorções em entidades do empresariado.

América em qual lugar?

Acerca de encontro bilateral entre Trump e Putin. (Opinião A2)

------------------------------------------------------------------------------------